Bariloche, muito mais que neve!

A cidade de Bariloche é um dos destinos internacionais de neve mais requisitados por brasileiros e turistas de todas as partes do mundo.

Basta pensar em neve e em esquiar, que este com certeza será um dos primeiros destinos que virá a sua mente.

Bariloche é considerada a mais importante cidade da magnífica Patagônia Andina e a porta de entrada para os bosques e lagos dessa região. Foi fundada por imigrantes alemães e funciona hoje como o principal motor turístico da região.

Mas sabe o que é mais surpreendente nesta cidade? Ainda que sua vocação para destino invernal seja sua característica mais marcante, existe muito mais coisa para se ver e fazer por lá.

Duvida? Então aventure-se pelas coisas que vou te contar a seguir.

Onde fica

O nome completo da cidade de Bariloche é na realidade, San Carlos de Bariloche e apesar de não ser a capital, é a cidade mais conhecida da província de Río Negro que encontra-se logo abaixo da região dos pampas, na Argentina.

A cidade está logo ao lado do Parque Nacional Nahuel Huapi e à beira da famosa Cordilheira dos Andes.

Como chegar

Se sua origem for uma cidade brasileira, a melhor forma de chegar até Bariloche é por vias aéreas. Lá, existe um aeroporto internacional chamado Teniente Luis Candelaria que serve a cidade de San Carlos de Bariloche e toda a província do Rio Negro.

Existem voos saindo das principais cidades brasileiras como São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Belo Horizonte, muitas vezes com escalas também em Buenos Aires, sendo que voos diretos saindo da capital argentina duram em média 2:20h.

O aeroporto dista aproximadamente 15 Km do centro da cidade e para mais informações sobre o aeroporto, acesse www.aeropuertobariloche.com

E se tiver curiosidade de saber quanto custa uma passagem para Bariloche ou quanto tempo leva uma viagem até lá, acesse o Zupper Viagens e descubra.

Bariloche - Neve
Clima em Bariloche

No verão, a cidade de Bariloche pode atingir temperaturas de 29°C e 30°C, com mínimas de 9°C. Neste período os dias são bem claros, com muito sol e poucas chuvas, que por sua vez fazem-se mais presentes no outono e inverno.

E por falar em inverno – o tão esperado inverno dos turistas – prepare-se para temperaturas de 8°C e -10°C. E o mais importante, o período de neve acontece entre os meses de Julho e Setembro.

Bariloche - Centro Cívico
O que ver e fazer em Bariloche

Como mencionei anteriormente, a cidade de Bariloche pode ser vivida em todo seu esplendor não apenas no período de inverno, mas em todas as outras épocas do ano. E isso é possível, pois as áreas que encontram-se ao seu redor possuem diferentes características naturais.

E logo abaixo seguem uma série de atividades que você pode fazer por lá.

Centro Cívico

Considerado o coração da cidade de Bariloche, o Centro Cívico foi feito por Alexandre Bustillo, um dos principais arquitetos argentinos que o projetou para refletir todo o ar andino, típico da região. Em dias de neve, ganha um toque todo especial.

Suas construções são todas em pedras e com telhados pretos. E as janelas e portas são feitas com madeira dos bosques da região.

Centro Invernal do Cerro Catedral

Fica a 19 km do centro da cidade e é considerado o maior centro de esportes invernais da América do Sul. Possui aerocadeiras e bondinhos como métodos de elevação e pistas de ski com até 2 mil metros de altura acima do nível do mar.

Parque Nacional Nahuel Huapi

Abrange uma área de aproximadamente 750 mil hectares que resguarda um rico ecossistema e paisagens incríveis.

É considerado uma dos mais antigos parques nacionais da Argentina e oferece a seus visitantes uma excelente oportunidade de contato com a natureza com passeios e atividades esportivas que podem ser praticadas por lá.

Visite o site www.nahuelhuapi.gov.ar para maiores informações.

Passeios pelos lagos

Principalmente em períodos como a primavera, uma ótima sugestão são os passeios pelos lagos da região como os lagos Gutiérrez, Mascardi e Nahuel Huapi.

Alguns desses passeios podem ser feitos em veleiros, kayaks e botes.

Caminhadas, trekking e cavalgadas

No verão e primavera, esse destino oferece a seus visitantes exuberantes paisagens para praticar esses tipos de atividades que muitas vezes podem ser feitas em família (dependendo do grau de esforço físico e características do terreno), com paradas para pic nics ou refeições realizadas às margens dos rios e lagos.

A cavalgada por sua vez pode acontecer em percursos onde os cavalos beiram as margens de alguns dos lagos andinos.

Ski, Snowboard

Atividades de inverno muito praticadas por lá.

A cidade possui uma das melhores estruturas do mundo para adeptos a esse tipo de esporte que pode ser praticado tanto por aqueles que são experts como por aqueles que com a ajuda de um instrutor vão para esse destino para praticá-lo pela primeira vez.

Lugares como o Cerro Catedral possui uma estrutura com diferentes níveis de dificuldade. E agrada também aqueles que querem apenas conhecer a neve ou brincar um pouco com ela.

Além das atividades e lugares citados acima, existe ainda muitas outras atividades como escaladas, ciclismo, motocross, kitesurf e pescaria (realizada de novembro a abril, sendo que em parques nacionais é obrigatório a devolução dos peixes).

Onde comer em Bariloche

Por ser um destino internacionalmente conhecido, é possível encontrar por lá muitos tipos diferentes de cozinha. Mas sua gastronomia típica pode ser classificada como centro europeia com a utilização de produtos típicos como frios defumados, manteiga negra, trutas e carnes como as de javalis e cervos. E obviamente, tudo isso servido com um bom vinho.

Um restaurante onde é possível saborear especialidades da região da Patagônia é o Cassis Restaurant que oferece uma agradável vista para o Lago Gutiérrez.

E se quiser saborear as carnes típicas com a companhia de um bom vinho, tente o Restaurante Jauja. Além das carnes, possui uma grande variedade de frios defumados.

Bariloche - Lagos
DICA

Uma dica muito interessante é o cruzeiro que sai de Bariloche com destino a Puerto Montt. No verão o passeio pode durar 1 dia, mas no inverno, devido aos dias serem mais curtos, o passeio acaba durando dois dias.

O Roteiro dos Sete Lagos também é uma ótima opção para a época de primavera/verão.

E se ainda tiver uma tempinho sobrando, visite o Parque Nacional Los Arrayanes, que são um tipo diferente de árvores com o tronco fino cor de canela e flores brancas. Encontra-se em Villa La Angostura, a cerca de 80 Km de distancia de Bariloche.

Links externos

www.bariloche.gov.ar
www.barilochepatagonia.info
www.interpatagonia.com/

Bariloche

2 Comentarios

Quero ir à Bariloche em setembro tem neve?

Feito por Jaidenise Azevedo — June 27, 2014 @ 6:25 pm



Olá Jaidenise, tudo bem?
Infelizmente a neve se torna mais rara no mês de setembro em Bariloche. Principalmente nas pistas mais baixas.
E dizem também que a qualidade dela não é das melhores para quem quer esquiar.
Abraços

Feito por zupper — June 27, 2014 @ 9:55 pm



RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Comente aqui

Pergunta de Segurança (CAPTCHA) *

    Destinos mais procurados

  1. Saiba aqui o que Buenos Aires tem de “tan querida”
  2. Aeroporto Internacional John F. Kennedy (JFK) – New York
  3. Dicas de como preparar sua bagagem de mão em uma viagem internacional de longa duração
  4. Conheça a cidade de Londres
  5. Fortaleza, Ceará
  6. Lugares para curtir a neve em Julho