De carro pela Itália

Está chegando a melhor época para visitar a Toscana, região da Itália mais falada e almejada pelos turistas que querem colocar o pé na bota. Os próximos meses – junho, julho e agosto – a coisa começa a esquentar. Literalmente, os termômetros sobem e os turistas começam a fazer desse o período de alta temporada no país.

Obviamente, alguns fatores contribuem para que isso aconteça. Os cenários ficam mais bonitos e pitorescos, as noites mais convidativas para jantares românticos e drinks mais animados. Mas sem dúvida, existem dois fatores que acredito que você deva considerar, caso tenha disponibilidade de viajar nesse período: praia e girassóis.

O verão deixa as praias mais frequentáveis e o mar mais azul. Enquanto isso, na Toscana, os girassóis, exibem todo o seu esplendor no mês de julho. E para aproveitar melhor esses fenômenos, recomendo que você alugue um carro por lá.

Imagine percorrer a Costa Amalfitana, de Vietri sul Mare a Positano, passando pelo encantador centro histórico de Ravello e vendo aquele lindo Mar Mediterrâneo que se estende exuberante até encostar na Sicilia. Ou ainda, se perder pelas estradas rurais da Toscana e se deparar com um mar de girassóis que enfeitam principalmente as colinas de Siena e as estradas de San Gimignano. Escolher uma rota do vinho e percorrer vinhedo por vinhedo, vinícola por vinícola.

Já deu pra perceber que sim, alugar um carro é uma boa ideia. Mas para que isso seja uma experiência positiva, existem alguns detalhes que você precisa saber.

Dirigir em outro país, pode exigir de você alguns documentos específicos. Para resolver esse problema, o melhor que você tem a fazer, é dirigir-se ao consulado deste país em sua cidade e adquirir informações atualizadas para que você consiga realizar essa aventura por lá.

Outro detalhe importante, que brasileiros não sabem e que nem sempre as locadoras de carro informam é a existência de zonas de proibição de tráfego em algumas cidades italianas, principalmente em zonas próximas aos centros históricos. Se circular por essas áreas, sairá da Itália com uma “bella” multa para pagar.

A Bia Mignolo do Blog Viaje no Detalhe, viveu essa situação e conta no post Dirigir na Itália e evitar multas, quais são e como se chamam as zonas restritas ao tráfego de carros, além de propor uma solução para quem está circulando por Firenze, por exemplo, e quer estacionar para continuar o seu passeio caminhando.

Espero que gostem do texto e que sirva de orientação para você quando chegar a sua vez de percorrer as estradas italianas.

Italia

Seja o primeiro a comentar

Ninguem comentou ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Comente aqui

Pergunta de Segurança (CAPTCHA) *

    Destinos mais procurados

  1. Saiba aqui o que Buenos Aires tem de “tan querida”
  2. Aeroporto Internacional John F. Kennedy (JFK) – New York
  3. Dicas de como preparar sua bagagem de mão em uma viagem internacional de longa duração
  4. Conheça a cidade de Londres
  5. Lugares para curtir a neve em Julho
  6. Fortaleza, Ceará