Salvador, Bahia

Salvador é uma terra conhecida pelo sorriso e felicidade de seu povo, que bem acolhe todos os que tem a feliz ideia de visitá-la.

Aqui, além de uma intensa atividade cultural, você encontrará também uma atmosfera descontraída e amigável que, acompanhada de sua beleza natural, história e gastronomia irresistível, irá te conquistar e convencer a não apenas visitá-la, mas a vivê-la intensamente.

A cidade oferece ainda uma excelente estrutura para acolher seus visitantes. E diversão não faltará para você e sua família. Venha para Salvador e deixe-se envolver pela energia que emana dos tambores do Olodum.

Onde fica

Salvador é a capital da Bahia e faz parte da região nordeste do Brasil. Encontra-se a pouco mais de 2h de voo a partir das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

Como chegar

Existem muitas companhias aéreas que operam o destino de Salvador como TAM, Azul, Avianca e Gol. E o aeroporto de chegada será o Aeroporto Internacional de Salvador – Dep. Luís Eduardo Magalhães que encontra-se a 28 Km do centro da cidade. A partir dele, você pode chegar até o centro da cidade utilizando taxis ou ainda linhas urbanas e executivas de ônibus que te levam até pontos principais da cidade como Elevador Lacerda, Barra e Pelourinho.

Se quiser saber quanto custa uma passagem para Salvador, acesse o site da Zupper Viagens ou entre em contato com um de nossos consultores.

Clima

Salvador, assim como muitas cidades do nordeste, possui um clima úmido com temperaturas de quente a agradável quase todo o ano. As máximas podem atingir seus 32ºC, mas as mínimas dificilmente estarão abaixo dos 20ºC. Apenas preste atenção ao período das chuvas, que acontece nos meses de abril a junho.

Salvador 2
O que ver e fazer em Salvador

Muitas atrações esperam por você em Salvador: culturais, históricas e naturais. A variedade é tanta que com certeza agradará você que poderá visitar a cidade com a família, amigos e até mesmo a negócios.

Elevador Lacerda

Definitivamente o cartão postal da cidade e um dos atrativos mais visitados. Recebeu esse nome em homenagem ao engenheiro que o construiu e a sua função é conectar a chamada Cidade Baixa e o Pelourinho (Cidade Alta) em um trajeto que dura cerca de 30 segundos e proporciona àqueles que sobem seus 73m, uma espetacular vista da Baía de Todos os Santos.

Centro histórico

Uma parte da cidade que te leva a viver os tempos de Brasil Colônia, ainda hoje marcados em seus mais de 800 casarões que datam dos séculos XVII e XVIII. Isso também pode ser obs16:07 18/12/2013ervado nos museus e igrejas que ali estão. Aqui encontram-se também o Pelourinho e a sede do Olodum.

Pelourinho

Conhecido também por “Pelô”, o Pelourinho é um bairro localizado no centro histórico da cidade e considerado Patrimônio Cultural das Humanidades pela Unesco. Aqui, em suas ladeiras com calçamento chamado “pé de moleque”, reúne construções barrocas e colonial.

Hoje oferece a seus visitantes e moradores uma grande variedade de bares, restaurantes além de apresentações musicais e artísticas como as do grupo Olodum.

Igreja do Bonfim

Salvador possui uma série de igrejas, mas a mais conhecida de todas é a do Senhor do Bonfim, seja pela famosa tradição da lavagem de suas escadarias, seja pelas fitinhas que ali são distribuídas. Com sua fachada em estilo rococó, ela encontra-se no Largo de mesmo nome. E para aqueles que não sabem, o senhor do Bonfim é considerado o padroeiro do povo baiano.

Farol da Barra

O mais famoso farol de Salvador e o mais movimentado também. Ele é visitado por turistas e moradores que sobem suas escadas em espiral e conhecem sua estrutura interna. Ali encontra-se também o Museu Náutico e a praia que leva o mesmo nome do farol.

Localiza-se na chamada Ponta de Santo Antonio, possui 22m de altura e listras pretas e brancas. É considerado um excelente lugar para curtir o pôr-do-sol.

Forte de Nossa Senhora de Monte Serrat

Conhecido também como Forte de São Felipe, o Forte de Mont Serrat ainda conserva sua planta original apesar de ter sido reformado inúmeras vezes, divido as invasões históricas que sofreu. O forte oferece uma deslumbrante vista para a Baía de Todos os Santos.

Próximo a ele está a Ponta do Humaitá, uma ponta de terra e mais um interessante local para assistir o pôr-do-sol.

Dique do Tororó

O Dique do Tororó, localizado na Avenida Vasco da Gama, consiste em uma grande lagoa com estátuas de orixás em roupas de festa flutuando sobre as águas. Um jardim contorna essa lagoa e aos domingos, pela manhã, em seu entorno não é permitido o tráfego de carros, apenas bicicletas, patins e rodas de capoeira.

Lagoa e Parque do Abaeté

O parque e a lagoa encontram-se em uma área de proteção ambiental no bairro de Itapuã. Muitos mistérios e lendas surgiram em torno dessa lagoa, considerada sagrada pelos adeptos ao candomblé.

O Parque Metropolitano, além de abrigar a Lagoa Abaeté e suas dunas, possui a sede da associação das lavadeiras e um centro urbanizado.

Praias

As praias de Salvador não são tão atraentes como outras praias da Bahia, principalmente por algumas delas não serem próprias para banho, mas têm o seu charme. A Jaguaribe, por exemplo, possui areias brancas e mar calmo e a praia Porto da Barra é considerada uma das mais badaladas.

Já as praias do norte, são as mais limpas, e entre ela estão Stella Maris, uma boa opção para os surfistas, Itapuã onde sempre é “bom passar uma tarde” (rs), e a do Flamengo, cercada por coqueiros e reúne muita gente bonita.

Além destas, existem também a praia de Ondina, Rio Vermelho, Amaralina, Armação, Pituba, Piatã e outras.

Compras

E quem vai para Salvador, tem que sair de lá pelo menos com uma lembrancinha. E a ideia é aproveitar o artesanato típico e a temática religiosa da cidade e da região.

Muitos já pensam nas famosas fitinhas do Bonfim e berimbaus. E para isso, visite o maior centro de artesanato da América Latina, o Mercado Modelo, que encontra-se na Praça Visconde de Cairu, onde além de lembrancinhas, você poderá encontrar também uma série de artesanatos e roupas nos boxes que fazem parte desse mercado.

Visite também a Feira popular de São Joaquim, uma feira livre que surgiu na década de 60 e localiza-se na Cidade Baixa de Salvador. Dizem que aqui os preços são melhores que os preços do Mercado Modelo e por lá você encontra artesanatos feitos de barro, temperos regionais, roupas e carnes.

Salvador oferece muitas opções de atividades e atrativos para você visitar. Além dos mencionados acima, você poderá ver o Palácio Rio Branco, Igreja de São Francisco, Solar Unhão, Palacete das Artes Rodin Bahia, Museu de Arte Sacre, Solar do Ferrão e outros.

Gastronomia

A cozinha baiana tem uma forte influência africana, inclusive nos ingredientes utilizados. Vai perceber que muitos pratos são feitos a base de peixe, camarão, dendê, pimenta e outros temperos particulares.

Existem alguns ícones da gastronomia baiana que devem ser provados em uma visita à cidade. Um deles é o acarajé que pode ser facilmente encontrado nas barracas de rua em lugares como Largo de Santana, Farol da Barra e Largo da Mariquita.

Outro item que deve ser provado e riscado de sua lista é a moqueca. Alimento feito a base de peixe e ingredientes como leite de coco e o famoso azeite de dendê.

Aproveite também para experimentar o caururu, o vatapá e as saborosas cocadas.

Festas de Salvador

A primeira festa que vem à cabeça do visitante é o Carnaval de Salvador, uma das manifestações que reflete o estado de alegria desse povo. A festa é distribuída pela cidade em 3 circuitos: Osmar, Dodô e Batatinha.

Hoje, esse evento atrai visitantes de todas as partes do mundo. E apesar ter data certa para acontecer, dizem que a partir do mês de dezembro a cidade já está agitada, até o momento oficial da festa. Para quem não sabe, foi também em Salvador que foi inventado o trio elétrico.

Outra famosa festa é a Lavagem do Bonfim que acontece no mês de janeiro, onde segundo a tradição, as baianas vestidas com seus grandes vestidos brancos rendados, lavam as escadarias da igreja para a festa em homenagem ao santo padroeiro.

Além dessas, outras importantes comemorações são a festa de Iemanjá acontece em fevereiro e a Festa de São João, em junho.

Salvador 1Dicas

Se tiver uns dias a mais, disponíveis para conhecer melhor essa região, considere visitar a deslumbrante Chapada da Diamantina e algumas costas como a Costa do Descobrimento, Costa do Dendê e Costa dos Coqueiros.

Links externos

bahia.com.br

Roma

Seja o primeiro a comentar

Ninguem comentou ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Comente aqui

Pergunta de Segurança (CAPTCHA) *

    Destinos mais procurados

  1. Saiba aqui o que Buenos Aires tem de “tan querida”
  2. Aeroporto Internacional John F. Kennedy (JFK) – New York
  3. Dicas de como preparar sua bagagem de mão em uma viagem internacional de longa duração
  4. Conheça a cidade de Londres
  5. Lugares para curtir a neve em Julho
  6. Fortaleza, Ceará