Um roteiro pela cidade de São Paulo

Alguém vai ficar mais velho essa semana!!! E vocês já devem ter adivinhado que estou falando da cidade de São Paulo. Ela está prestes a apagar as velinhas do bolo em comemoração a seus 459 anos. E não teria ocasião melhor para contar uma das histórias do nosso querido mascote Zuppy.

Em maio do ano passado, o Zuppy foi convidado para participar de um evento bem interessante, chamado Encontrão São Paulo, organizado pelos amigos do Blog Quatro Cantos do Mundo (quatrocantosdomundo.wordpress.com).

Além desses amigos estavam outros tantos queridos que também participaram como a Roberta Martins do Blog Territórios (www.territorios.com.br), Fabio do Intrip (intrip.com.br), Luciana Almeida do Roteiros da Lú (www.roteirosdalu.com), Jonathan Pádua do Eu vou de Mochila (www.euvoudemochila.com.br), o queridíssimo Junior Gomes do Diário de Mochileiro (diariodemochileiro.com) e muuuitos outros.

E esse encontro teve como objetivo, levar os participantes para conhecer alguns lindos pontos de São Paulo, que por motivos de falta de tempo, acabam se escondendo de nossas vistas na correria do dia-a-dia. Uma pena, pois muitos deles merecem ser admirados com toda calma desse mundo.

A programação que Paulo, Eder, Fabi e Carol organizaram foi bem cultural, divertida e histórica! Veja só o que o Zuppy acabou conhecendo durante esse final de semana!

Ele começou o dia visitando a Feira de Artesanatos da Praça da República que acontece geralmente aos sábados e domingos das 9h às 17h, salvo por comemorações específicas. Para chegar até ela, basta descer na estação de metrô da República. Se quiser saber mais, dê uma espiadinha aqui www.cidadedesaopaulo.com.

Feira da República

Depois ele seguiu pela Avenida Ipiranga e tirou várias e boas fotos do Edifício Itália que abriga o famoso Terraço Itália, tradicional restaurante de cozinha italiana da cidade de São Paulo, e chegou até o Edifício Copan, uma das obras paulistanas do já saudoso arquiteto Oscar Niemeyer.

Edifício Itália

Em seguida, caminhou pela Barão de Itapetininga, rua pedonal de comércio, até chegar ao deslumbrante Teatro Municipal. Local de apresentação de grandes concertos e óperas. Para quem não sabe, foi lá que aconteceu a Semana de Arte Moderna de 1922. E atualmente o teatro é a casa dos encantadores Ballet de São Paulo e da Orquestra Sinfônica Municipal. Acessando o site www.prefeitura.sp.gov.br você confere toda a programação e o que acontece por lá.

Teatro Municipal

O teatro fica em uma das pontas do Viaduto do Chá, que passa sobre o Vale do Anhangabaú, e na outra ponta encontra-se a Prefeitura Municipal de São Paulo e a Praça do Patriarca. De lá, o Zuppy e seu grupo seguiram pela Rua Direita (outra rua de pedestres rodeada por lojas) e foi conhecer o Páteo do Colégio e o Museu Padre Anchieta.

Foi aqui que o Padre Manuel da Nóbrega, José de Anchieta (noviço ainda na ocasião) e outros jesuítas, estabeleceram um centro de catequização. Em 25 de Janeiro (Olha só!) de 1554 foi rezada uma missa e assim nasceu oficialmente o colégio dos padres jesuítas.

Páteo do Colégio

O final deste dia de roteiro aconteceu no Marco Zero da cidade, na Praça da Sé, aos pés da Catedral de mesmo nome. E é claro que ele aproveitou para subir as escadarias e vislumbrar a imponente Catedral da Sé por dentro, onde uma missa estava sendo rezada, com direito a coro e órgão.

Catedral da Sé

Cansados e famintos, Zuppy e seus amigos foram até a maior comunidade japonesa na cidade de São Paulo, o Bairro da Liberdade, onde aqueles que são fãs desse tipo de gastronomia se deliciaram em um restaurante muito bom que estava reservado para todos.

Bairro da Liberdade

No dia seguinte, já reestabelecidos do dia anterior, começaram o passeio pela europeia Estação de Trem Júlio Prestes onde se encontra também o Museu da Língua Portuguesa.

Estação Julio Prestes

Na ocasião, acontecia uma super e elaborada exposição do escritor brasileiro Jorge Amado. O Zuppy ficou tão vidrado que acabou se perdendo por lá. E foram encontrá-lo escondido entre os livros do escritor.

Museu da Língua Portuguesa

Saindo do museu, prosseguiram até o Centro Cultural Júlio Prestes que abriga a Sala São Paulo, a OESP – Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, e é também onde grandes e importantes concertos acontecem. A Sala São Paulo é considerada uma das salas de concertos com melhor acústica do mundo. Caso queira um dia visitar ou então, saber a programação, acesse o site para obter mais detalhes (www.osesp.art.br).

Sala São Paulo

O trajeto também incluiu a BM&F Bovespa (Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo), Torre do Banespa, Rua São Bento, Viaduto Santa Efigênia (ou Ifigênia) e terminou da forma mais paulistana possível, acompanhado de um gigantesco e suculento lanche de mortadela do Mercado Municipal de São Paulo.

Mercado Municipal

Viu como existem muitas coisas para se ver na cidade que estão alí, pelas ruas, fáceis de serem vistas e visitadas? É só arrumar um tempinho para isso. E olha só! Tem um feriado bem legal chegando por aí!
Se você já mora por aqui, programe-se para curtir! Se for de outro lugar, mas ficou empolgado com esse roteirinho, acesse o Zupper Viagens e compre sua passagem aérea para São Paulo e desbrave essa metrópole.
Boa Aventura!

São Paulo

Seja o primeiro a comentar

Ninguem comentou ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Comente aqui

Pergunta de Segurança (CAPTCHA) *

    Destinos mais procurados

  1. Saiba aqui o que Buenos Aires tem de “tan querida”
  2. Aeroporto Internacional John F. Kennedy (JFK) – New York
  3. Dicas de como preparar sua bagagem de mão em uma viagem internacional de longa duração
  4. Conheça a cidade de Londres
  5. Lugares para curtir a neve em Julho
  6. Fortaleza, Ceará