Trem na Itália

A Itália é um dos países da Europa em que o trem, muitas vezes, será a melhor opção para você transitar de uma cidade a outra. Grande parte de seu território, exceto talvez na Sicília, a malha ferroviária te leva para as principais cidades visitadas.

Mas para fazer uso desse meio de transporte, é necessário entender como ele funciona. Nosso mascote Zuppy já utilizou por diversas vezes os trens italianos e abaixo vou deixar para você algumas das dicas e informações que ele me contou.

Quando utilizar

Trens na Itália são ótimas opções para transitar entre cidades de uma mesma região como a Toscana, por exemplo. Você poderá realizar facilmente o trajeto entre Florença, Pisa, Lucca e outras.

Caso queira percorrer distâncias maiores como de Roma a Milão, poderá recorrer aos trens de alta velocidade, os famosos TGVs. Na Itália esses trens recebem nomes como Frecciarossa, Frecciabianca e Frecciargento, e realizam trajetos entre Milão e Roma, Roma e Napoli, Milão e Bologna e muitos mais.

Como pesquisar passagens de trem

Caso você queira saber quanto custa um bilhete, duração de viagem e opções de horário, basta acessar o site oficial da Trenitalia e fazer uma pesquisa online.

Selecione se: viagem de ida (andata) ou viagem ida e volta (andata e ritorno), coloque as cidades de origem e destino, datas e número de passageiros. Você irá visualizar mais ou menos isso.

Trem na Itália

Nessa tela irão constar todas as opções de trem para o trajeto que deseja realizar. Se clicar em detalhes poderá ver ainda as opções de tarifas que existem. Lembre-se que assim como passagens aéreas, as de trem também tem suas regras para cancelamentos e alterações.

Como comprar bilhetes de trem na Itália

Os bilhetes podem ser adquiridos de duas formas: nos distribuidores eletrônicos presentes em algumas estações ou diretamente na bilheteria. É importante saber que cada estação possui um horário diferente de funcionamento.

Existe ainda a opção de aquisição online com cartão de crédito. Porém, já ouvimos alguns casos em que os cartões não passaram. Portanto, ainda que não consiga realizar online, saiba que presencialmente existem as duas formas acima.

Como utilizar o trem na Itália

Com o bilhete em mãos (pois ninguém quer correr o risco de levar uma multa, rs), dirija-se à plataforma de onde está escrito que o trem partirá. Eles as chamam de “binário”.

Vai perceber que em algumas estações existem uma espécie de caixa amarela (ou verdes, as mais atuais). Ela está lá para que você insira o seu bilhete e o valide. Faça isso próximo a sua hora de embarque, não muito antes para que o bilhete não expire.

Fique atento também aos monitores. Não é muito difícil que eles alterem o binário. E daí, você vai ter que chegar até ele para embarcar em seu trem. E assim que o mesmo se aproximar, você irá provavelmente ouvir a seguinte frase:

“Il treno 952 proveniente da Roma, con destinazione a Pisa, é in arrivo al binario 2. Allontanarsi dalla linea gialla”

Ela diz o número do trem, de onde ele vem, o seu destino e o número do binario em que ele irá chegar. Finalizando com o alerta de estar posicionado atrás da linha amarela.

Observe seu bilhete. Em alguns trechos, principalmente os de longa distância podem estar definidos nele o número de “carrozza” (vagão) e “posto” (lugar), se for um assento normal. Se optar por trens que possuem cabines (com assentos ou leitos), estará escrito como “cuccetta”.

Preste atenção também se existirá em sua viagem algum “cambio” (troca de trens). Se sim, atente-se a estação em
que deverá desembarcar para pegar o próximo trem.

Trem para os aeroportos

Em algumas cidades italianas que possuem aeroportos importantes, você irá encontrar trens específicos que farão
o trajeto das estações centrais aos aeroportos.

É o caso do Aeroporto Internacional de Roma que através do trem Leonardo da Vinci, te leva de um dos terminais do
aeroporto até a estação Roma Fiumicino. Ou ainda o Aeroporto Internacional de Milão (Malpensa), que através do
Malpensa Express te leva do aeroporto até a estação Milano Centrale.

Dicas

Ainda que não existam catracas para ter acesso às plataformas de trem, nunca pense em embarcar sem ter um bilhete.
Existem fiscais da ferrovia que transitam entre os vagões e solicitam aos passageiros seus bilhetes para ver se
realmente estão realizando a viagem certa e se estão válidos.

Se por acaso isso acontecer e você não portar o seu bilhete, o fiscal poderá lhe aplicar uma multa.

Outra dica é, caso não consiga realizar a compra online, assim que chegar na cidade de onde pegará o trem para
viajar a outras, ainda que dias depois, já tente comprar seu bilhete para garantir seu lugar. Comprar com
antecedência é importante quando se trata de feriados e trens de alta velocidade.

Links externos

Trenitalia

Roma

Seja o primeiro a comentar

Ninguem comentou ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Comente aqui

Pergunta de Segurança (CAPTCHA) *

    Destinos mais procurados

  1. Saiba aqui o que Buenos Aires tem de “tan querida”
  2. Aeroporto Internacional John F. Kennedy (JFK) – New York
  3. Dicas de como preparar sua bagagem de mão em uma viagem internacional de longa duração
  4. Conheça a cidade de Londres
  5. Fortaleza, Ceará
  6. Lugares para curtir a neve em Julho